Certified Scrum Master – Ser ou não ser?

Scrum ValuesSempre li artigos sobre certificação e confesso que colocava meu pé no lado daqueles que viam a certificação como algo negativo. Mas recentemente uma inquietação me fez iniciar uma reciclagem.

Depois de 2 anos trabalhando com Scrum e ter lido diversos  livros e artigos de como as pessoas faziam Scrum, senti a necessidade de voltar as raízes do processo. A intenção era colocar em avaliação a minha atuação como Scrum Master e também entender se a linha que eu vinha seguindo era realmente coerente com o Scrum ou se já era adaptação das adaptações que vi empresa afora.

Comecei então a procurar pela internet qual deveria ser o caminho a seguir para encontrar estas respostas. Fiquei na dúvida entre ler novamente os primeiros livros e fazer algum curso de Scrum. Optei pelo curso, imaginando que além de ter uma resposta mais rápida e  possibilitar ter uma opinião de alguém mais experiente, ganharia também aumentando meu Networking.

Mas qual curso? O que garantiria que o professor realmente seria um cara bom? Entrei nesse novo “dilema” e fui procurando por cursos, avaliando seus professores. No final, cheguei ao Alexandre Magno da Adaptworks, mas ainda tinha alguns problemas… o curso dele dura apenas dois dias, é consideravelmente caro e é um curso de certificação da Scrum Alliance.

Isso me fez voltar a uma pergunta que fiz logo no começo, quando iniciei como Scrum Master: Ser ou não ser certificado?

Decidi não pensar muito, “vamos fazer e ver no que dá, no pior saio de lá com essa tal certificação.”.

Cheguei no primeiro dia muito apreensivo, com medo do Alexandre estar com o guia Scrum na mão e alguns testes da Scrum Alliance. Fiquei realmente preocupado com relação ao foco de ensino ser totalmente direcionado para a certificação.

CSMMas aí meus caros… eu cheguei a ficar arrepiado de felicidade logo nas primeiras horas de curso. Percebi que todos os meus objetivos seriam alcançados e ainda ganharia de bônus a visita do Rafael Nascimento, Scrum Master e Agile Coach na Globo.com.

Consegui realmente avaliar minha atuação, rever diversos conceitos e corrigir falhas. Saí de lá com um furacão de idéias na cabeça.

E finalmente, hoje eu posso dizer com propriedade que a certificação em si, não quer dizer NADA, mas o curso de Certificação do Alexandre Magno me fez alcançar um novo nível na minha carreira, além de provavelmente mudar o rumo dela.

E você? Ainda se faz essa pergunta?

Grande abraço!

Leandro Mattoso – CSM 😉

Publicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s